Comissão de Inquérito investigará ações do vice-prefeito Zeitune

Política

Foi instaurada durante a Sessão Ordinária desta quinta-feira (22) uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar ações do vice-prefeito Alexandre Zeitune (REDE).

O pedido foi apresentado por Marcelo Seminaldo (PT). O petista afirmou que recebeu áudios em que pode ser escutado o vice-prefeito extorquindo empresários em troca de favorecimentos na Administração Municipal. Ainda segundo o petista a quantia seria destinada para financiar as campanhas eleitorais de Zeitune e também de Marina Silva (REDE).

Após a apresentação do pedido a Sessão foi suspensa e os vereadores se reuniram para discutir o assunto.

Depois de pouco mais de 2h o presidente Eduardo Soltur (PSD) informou que 33 parlamentares assinaram o requerimento, sendo assim constituída a CEI. Soltur afirmou que os trabalhos serão presididos por Seminaldo e devem ser concluídos em até 90 dias, permitida uma prorrogação de 30 dias.

Edmilson Souza (PT) se manifestou sobre a CEI, afirmando que se trata de um problema de grande importância e que deve ser minuciosamente investigado. Souza lamentou a instituição da Comissão e declarou que os trabalhos serão realizados de forma imparcial, visando à apuração dos fatos e a busca por punição, caso os suspeitos sejam culpados.

Na Ordem do Dia foram analisados cinco vetos. Destes, apenas o veto total ao projeto de Lei 2554/2016, de autoria de Zé Luis (PT), que disciplina a instalação de tomadas elétricas em todos os ônibus do transporte coletivo, foi derrubado.

Durante a discussão do veto total ao PL 2222/2016, encaminhado por Edmilson Souza (PT), que dispõe sobre a proibição do uso de recursos públicos para a contratação de artistas que, em suas músicas, danças ou coreografias desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres à situação de constrangimento, vários parlamentares se manifestaram alegando a importância do projeto. Todavia, as falas não foram tão persuasivas quanto necessário e o veto não foi derrubado.

Nota da Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Guarulhos informou que: “Diante da abertura de uma Comissão Especial de Inquérito pela Câmara Municipal, nesta quinta-feira, 22, para apurar denúncias contra Alexandre Zeitune, vice-prefeito e ex-secretário de Educação, Cultura, Esportes e Lazer, a Prefeitura de Guarulhos informa que apoia todas as investigações e que o Legislativo cumpre seu papel de apurar os atos cometidos pelos agentes públicos. A Administração Municipal reitera ainda que é conta qualquer tipo de ilicitude e que colocará à disposição todas as informações necessárias para os andamentos dos trabalhos de investigação.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *