Feirantes cobram liberação de feiras na Vila Galvão

Política

Cerca de 40 feirantes participaram das Sessões Ordinária e Extraordinárias nesta quinta-feira (08), pedindo ajuda aos parlamentares para que haja a liberação de feiras livres na Vila Galvão. Os feirantes resolveram se manifestar depois que uma decisão da Secretaria de Desenvolvimento Urbano proibiu a realização de feiras na rua Padre João Alves.

Francisco Soares dos Santos e Luciano Carlos Garcia falaram durante 20 minutos na Tribuna Livre e também cobraram apoio para a reversão do impedimento da feira. Os munícipes afirmaram que as feiras contribuem para o bem estar da comunidade, além de ser fonte de alimentos para a população de baixa renda.

Diversos vereadores saíram em devesa dos feirantes e fizeram severas críticas à medida adotada pela Prefeitura. Genilda Bernardes (PT) afirmou que os munícipes não poderiam voltar para casa sem uma decisão sobre o fato.

Após inúmeras manifestações, o líder do Governo, Eduardo Carneiro (PSB), informou o agendamento de uma reunião entre o secretário da Pasta, Jorge Taiar e os feirantes, para resolver a situação.

Ainda na Tribuna Livre, o conselheiro da saúde Pedro Gomes de Oliveira solicitou regularização no pagamento de salários de funcionários do Hospital Municipal de Urgências, Unidades de Pronto Atendimento; providências com relação à falta de alguns medicamentos e diminuição no tempo de espera para cirurgias na rede pública de atendimento.

Alexandre Dentista (PSDC), Acácio Portela (PP), Genilda Bernardes, Janete Rocha Pietá (PT), Lauri Rocha (PSDB), Wesley Casaforte (PSB) e Edmilson Souza (PT) fizeram o uso da palavra no Pequeno Expediente. A maioria dos discursos foi parabenizando as mulheres pelo 8 de Março.

Quatro itens foram deliberados no Grande Expediente da Sessão Ordinária.

Nas Sessões Extraordinárias apenas o PL 407/2018, de autoria do Executivo, que altera leis que regulamentam o Prorede e Ceus foi aprovado, seguindo agora para a sanção do Prefeito.

Para a próxima terça-feira (13) os vereadores foram convocados para Sessões Extraordinárias, tantas quantas forem necessárias para apreciação de dois projetos encaminhados pelo Executivo: 768/2018, que concede gratificação aos servidores exercentes das atividades de cozinheiro (a) e 769/2018, que revoga leis que disciplinam o Conselho Municipal de Turismo (COMTUR).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *