Atividade para refletir sobre o racismo na juventude acontece nesta quarta-feira

Variedades

A Prefeitura de Guarulhos, por meio da Subsecretaria da Igualdade Racial vincula à Secretaria de Assuntos Difusos, realizará nesta quarta-feira (28), das 9 às 12 horas, no auditório 1-A do Adamastor Centro, localizado na avenida Monteiro Lobato, 734, o evento “Reflexões sobre o Racismo na Juventude e suas Representações”, em alusão ao Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial, celebrado em 21 de março.

O objetivo do evento é de ampliar os diálogos com a população guarulhense, que conta com 45% de população autodeclarada negra de acordo com o Censo do IBGE de 2010. Além disso, fortalecer os debates que contribuam na redução e enfrentamento das violências à juventude negra. A atividade propõe ainda a discussão e reflexão sobre questões contemporâneas relacionadas ao racismo e à violência sofrida pelos jovens negros e seus desdobramentos.

De acordo com o Mapa da Violência de 2017 (IPEA), a cada 100 pessoas assassinadas no Brasil, 71 são negras, na faixa etária entre 15 e 29 anos. São cinco vidas perdidas para a violência a cada duas horas, e pessoas negras tem 23,5% mais chances de serem assassinadas quando comparadas a brasileiros de outras raças.

A doutora e mestre em demografia pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, Jackeline Romio, e o mestre em História pela Unesp e doutor em Educação pela Faculdade de Educação da USP, Cleber Santos Vieira, estarão presentes para auxiliar nessas reflexões, colocando seus conhecimentos em pauta.

21 de março de 1960

Em 21 de Março de 1960, aproximadamente vinte mil pessoas protestavam na África do Sul contra a lei que obrigava os negros a andarem com identificações que limitavam seu acesso em determinados locais no país. O ataque de tropas militares do Apartheid mataram 69 pessoas e deixaram inúmeros feridos. Em razão disso, todo dia 21 de Março é lembrado para que se possa refletir o quanto se deve enfrentar e eliminar o racismo do seio da sociedade, em qualquer lugar do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *