Marcelo Seminaldo recebe mais áudios do caso Zeitune

Política

Os vereadores da Comissão Especial de Inquérito-CEI, que investiga denúncias contra o vice-prefeito Alexandre Zeitune (Rede), reuniram-se na manhã desta terça-feira (3) no plenário da Casa. A grande novidade no caso ficou por conta da informação de Marcelo Seminaldo (PT), presidente da CEI, de que ele recebera anonimamente um pendrive com mais dois trechos gravados de conversas referentes à negociata que daria vantagens financeiras a Zeitune e seu partido. “Eu os encaminhei à Presidência da Casa solicitando que também passem por uma perícia técnica”, informou o vereador.

A perícia é importante para os vereadores atestarem a veracidade das gravações. Eles também precisam da confirmação das pessoas que dialogam nos áudios. As suspeitas recaem sobre Marco Antônio Ferreira, suposto intermediário, um empresário e o vice-prefeito. Ferreira foi convocado para esta reunião, mas não compareceu.

O advogado da Rede, Leonardo Freire, presente à reunião, solicitou mais tempo para a defesa, acesso aos áudios e ao laudo da perícia. O vereador Eduardo Carneiro (PSB), relator da CEI, concordou com o advogado. Segundo ele, é prudente não ter pressa na investigação. “O que temos por enquanto são acusações que partem principalmente da imprensa, temos que analisar o laudo com cuidado”, ponderou.

Sem grandes avanços por enquanto, a CEI se reúne novamente na próxima terça-feira, também no plenário da Câmara. Desta vez, espera-se o comparecimento de Ferreira e os laudos produzidos pela perícia.

Participaram também da reunião Toninho da Farmácia (PSD), Carol Ribeiro (PMDB), Genilda Sueli Bernardes (PT), Serjão Inovação (PSL), Geraldo Celestino (PSDB), Moreira (PTB), Acácio Portella (PP), Luís da Sede (PRTB) e Edmilson Souza (PT).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *