Alunos da rede pública podem ganhar aulas de capoeira

Política

Estudantes da rede pública de ensino de Guarulhos poderão ganhar aulas de capoeira como atividade curricular de integração sociocultural e desportiva. A proposta está estabelecida no PL 2115/2016, de Edmilson Souza (PT), e foi deliberada favoravelmente pela Comissão de Educação e pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara, nesta quinta-feira (12).

A iniciativa autoriza o Poder Executivo a oferecer a prática de capoeira para estudantes e determina que a execução das aulas seja definida por planos de ensino. Com a intenção de formatar e regulamentar essa prática, o PL propõe a constituição de uma comissão de implantação, que deverá ser composta por representantes de secretarias envolvidas no tema e de entidades ligadas à prática e valorização de capoeira.

O presidente da Comissão de Educação, Serjão Inovação (PSL) ressaltou que a capoeira é muito antiga e que é importante dar continuidade a essa prática. “É bom que as crianças já cresçam fazendo mais uma atividade esportiva e que conheçam melhor os fundamentos da capoeira”, disse ao justificar o parecer de sua Comissão, elaborado em conjunto com o vereador Acácio Portella (PP).

Carol Ribeiro (PMDB), presidente da Comissão de Direitos Humanos, explicou que o parecer foi favorável porque o projeto não obriga as escolas adotarem a prática. “Entendemos que é uma iniciativa bacana que envolve os alunos. Além isso, é uma opção e não uma imposição. A escola que quiser oferecer essas aulas poderá”, salientou a parlamentar ao falar sobre a deliberação que fez juntamente com o vereador Marcelo Seminaldo (PT).

Vale ressaltar que o projeto passará pela análise de outras Comissões da Casa. Depois disso, seguirá para discussão e votação em dois turnos no Plenário. Caso aprovado, será enviado para a sanção do prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *