Cadastro Único eleva número de atendimentos neste primeiro trimestre

Cidade

A Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social, por meio da Divisão Administrativa do Programa Bolsa Família, realizou 23.630 atendimentos do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) no primeiro trimestre deste ano. Em 2017, foram realizados 13.246 atendimentos nesse mesmo período, o que corresponde a um crescimento de 78,40%.

Segundo o órgão, esse aumento ocorreu em razão de mutirões de atendimento realizados nas regiões, reforço no atendimento dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e convocações de inscritos e beneficiários do Bolsa Família por meio de ligação telefônica.

Implantado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, o Cadastro Único é um instrumento de identificação e caracterização socioeconômica das famílias brasileiras de baixa renda, entendidas como aquelas com renda mensal igual ou inferior a meio salário mínimo por pessoa (per capita) ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O Cadastro Único é a porta de entrada para diversos programas sociais, como o Programa Bolsa Família e o BPC/LOAS (Benefício da Prestação Continuada, da Lei Orgânica da Assistência Social), além da Tarifa Social de Energia Elétrica, Carteira do Idoso, Programas Habitacionais Geridos pelo Ministério das Cidades, isenção de taxas para concursos públicos, entre outros.

Serviço:

Os postos de atendimentos do Cadastro Único:

CRAS – Centro de Referência da Assistência Social Centro (av. Brigadeiro Faria Lima nº 375, Cocaia) – Tels. 2087-4251/4253/4262.

Tenda Busca Ativa (av. João Bernardo de Medeiros, n° 233, Jardim Bom Clima).

Horário de funcionamento: das 8 às 17 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *