Prefeitura inicia regularização fundiária do Anita Garibaldi

Cidade

A Prefeitura de Guarulhos deu início ao processo de regularização fundiária do Anita Garibaldi nesta quinta-feira, dia 24, com a assinatura do projeto por parte do Conselho Gestor da comunidade e representantes da administração municipal. O primeiro passo será a imediata ligação da rede de abastecimento de água e a instalação de iluminação pública nas vias.

A ocupação surgiu em 2001 em uma área de 250 mil metros quadrados e hoje reúne 1.850 famílias instaladas. “Estamos cumprindo com aquilo que prometemos durante a campanha ao atender essa população que espera há anos por um pouco de dignidade. Estamos proporcionando a oportunidade de moradia digna e, consequentemente, a melhora de vida de todos os que residem nesta comunidade. Hoje damos mais um largo passo na construção de uma Guarulhos mais justa”, ressaltou o prefeito Guti.

O projeto prevê, na primeira fase, a regularização documental de 1.339 lotes/ famílias. Os lotes restantes serão contemplados na segunda fase. Para agilizar a ligação de água, a unidade São João do Fácil abrirá exclusivamente neste sábado e domingo, dias 26 e 27, para atender aos moradores incluídos nesta primeira etapa, das 9h às 17h, os quais deverão apresentar o contrato de aquisição do lote para comprovação da residência.

O secretário de Habitação, Fernando Evans, destacou os esforços da Prefeitura em regularizar a ocupação. “Muito mais do que um título, vamos dar a estas famílias a dignidade de viverem em um local com infraestrutura adequada e fico muito satisfeito em saber que tudo o que foi apresentado e discutido com o prefeito foi aprovado pelo Conselho Gestor, o que para mim demonstra o comprometimento do governo e também dos moradores com o bem estar da população, afirmou Evans.

A administração municipal, por considerar a regularização do Anita Garibaldi uma das prioridades habitacionais do município, inscreveu o projeto no Programa Estadual de Regularização de Núcleos Habitacionais Cidade Legal, cujo convênio foi firmado em janeiro. O Cidade Legal viabiliza a regularização de áreas por meio de cooperação técnica na área de documentos e infraestrutura.

Já o diretor de Assuntos Fundiários da Secretaria de Habitação, Paulo Kenkiti, abordou a importância do convênio com o programa Cidade Legal. “A aprovação do plano de regularização em etapas, pelo Conselho Gestor, é um avanço significativo nas questões de regularização. Com a participação do governo estadual, por meio do Cidade Legal, teremos mais agilidade em nosso cronograma de obras”, disse Kenkiti.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *