Procuradoria da Mulher divulga material sobre assédio moral

Política

A Procuradoria Especial da Mulher, em reunião realizada na manhã desta terça-feira (12), deu atenção ao tema assédio moral. Para tanto, usou como referência publicação do Programa Pré-Equidade de Gênero do Senado. A procuradora vereadora Janete Lula Pietá (PT) planeja divulgar o conteúdo do material em Guarulhos, por meio de uma cartilha e outros meios de comunicação, incluindo a participação da TV Câmara Guarulhos.

De acordo com a vereadora, a Procuradoria recebe denúncias conceituadas como assédio moral, mas que inicialmente são difíceis de serem assim identificadas. “O assédio ocorre até mesmo em casa, na escola, no clube”, alertou Janete Pietá. “No trabalho, o controle de ir ao banheiro e a indicação de tarefas pesadas e repetitivas para um determinado funcionário são consideradas também situações de assédio moral”, acrescentou.

A procuradora sugere para quem tem dúvidas sobre o assunto buscar a cartilha no site do Senado ou consultar a Procuradoria Especial da Mulher no site da Câmara. “É importante que a pessoa tenha consciência se está ou não sofrendo assédio moral”, frisou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *