UBS aplicam 23.295 vacinas e realizam mais de mil atendimentos no sábado

Cidade

Guarulhos vacinou 11.818 crianças contra a poliomielite e 11.477 contra o sarampo, no último sábado (4). Neste primeiro Dia de Mobilização Estadual da Campanha, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) abriram, sendo que três delas também ofereceram assistência pelo Programa Saúde Agora: UBS Normandia, UBS Santa Paula e UBS Santa Lídia, totalizando mais de mil atendimentos.

Além de imunizar 15,75% do público-alvo contra a pólio – que são as crianças entre 12 meses e menores de cinco anos – e 15,29%  contra o sarampo, neste sábado, o Programa Saúde Agora contabilizou  244 consultas médicas; 69 exames de papanicolau (de prevenção do câncer do colo de útero); 159 atendimentos na farmácia;  94 testes rápidos para a detecção de doenças como HIV, sífilis e hepatites; 454 regularizações no E-SUS entre outros procedimentos.

Vacinação se estende até dia 31

A Campanha de Vacinação contra a Pólio e o Sarampo se estende até o final do mês (dia 31) em todo o país. No sábado (18), acontece mais um Dia de Mobilização, desta vez em âmbito nacional, com a abertura de todas as UBS novamente, das 8h às 17h. A meta é imunizar 95% da população da faixa etária entre 12 meses até cinco anos incompletos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), o que corresponde a 71.298 crianças em Guarulhos.

O Brasil enfrenta atualmente dois surtos de sarampo, um em Roraima, com 280 casos confirmados e 106 em investigação, e outro no Amazonas com 742 casos confirmados e mais de quatro mil em investigação. Todos eles são do genótipo viral (D8), o mesmo circulante na Venezuela. Além disso, outros estados já tiveram ocorrência da doença, como  Rio de Janeiro (14 casos), Rio Grande do Sul (13), Pará (2), Rondônia (1), e São Paulo com um caso importado da Ásia Ocidental.

Desde 2017, vários surtos de sarampo têm surgido no mundo, acometendo a população em todos os continentes, em especial, a Ásia, Europa, África e Américas. Com relação à situação da Poliomielite, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, entre 2017 e 2018 foram registrados oito casos da doença em dois países endêmicos, sendo sete no Afeganistão e um no Paquistão.

Sendo assim, a vacinação de acordo com as metas estabelecidas é imprescindível para proteger a população. Em Guarulhos que, além de abrigar o Aeroporto Internacional de São Paulo, o maior da América Latina, está localizado no eixo rodoviário entre estados limítrofes com grande circulação de pessoas, o risco é ainda maior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *