Viva, ame, aprenda, deixe um legado.

Colunas

O título deste texto vem de um ensinamento do saudoso escritor e palestrante norte-americano Stephen Covey.

E é um grande caminho para que nos tornemos pessoas melhores, realizadas de corpo, mente e espírito.
A vida é maravilhosa e, como um artesão, somos capazes de construir uma caminhada de felicidade. Plantando hoje para colher amanhã. Tudo isso se tivermos uma vida buscando o equilíbrio. Trabalhe duro, pois o sucesso não vem por acaso, mas tenha tempo para a família, para os amigos, para praticar a atividade física preferida, para se aperfeiçoar profissionalmente e para falar com Deus. Se você não estiver conseguindo dosar cada uma dessas coisas reflita, pois tem algo errado em sua vida. Viva plenamente e intensamente.

Pratique o amor. Coloque o coração nas coisas que se propõe a fazer. As pessoas sentem quando fazemos as coisas com amor. E o resultado é maravilhoso. Nos sentimos muito bem quando recebemos este gesto, ou por exemplo quando contratamos um serviço ou compramos um produto e nos entregam um resultado feito com muito zelo e carinho. Portanto ame. Ame sua esposa, ame seus filhos, ame seu trabalho, ame a natureza. Ame.

Aprenda coisas novas. Se aperfeiçoe naquilo que já faz. Pare de reclamar que as coisas estão ruins. O mundo é cheio de oportunidades e muitas delas só aparecem com novos conhecimentos. Ouça, respeite e valorize os mais velhos. Tenha humildade para ouvir até mesmo os menos instruídos, pois a vida é um eterno aprendizado. Quebre seus velhos paradigmas, esteja aberto ao novo. Aprenda.

Deixe um legado. Isto é muito mais do que deixar bens materiais. Mais também que plantar uma árvore, escrever um livro e fazer um filho (E olha que tem gente que faz filho à beça e não deixa legado algum). É acima de tudo ajudar os que estão ao seu redor a se tornarem pessoas melhores. Seja com ensinamentos ou com um obro abrigo. Porque quando um dia você partir tudo o que é material passará, menos o reconhecimento, a saudade, a gratidão e a diferença que você  fez na vida dessas pessoas que você ajudou a encontrar a própria voz.

 

Ricardo de Oliveira Costa

Empresário e Jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *