O caminho para o trabalho em equipe

Colunas

Imagine um importante mecanismo em funcionamento. No centro dele há uma engrenagem que une outras importantes peças e colocam tudo em movimento. De repente um dente desta engrenagem quebra. E qual a consequência disso? Com certeza, o dano de apenas um fragmento desta peça mecânica causará um enorme transtorno e muito provavelmente tudo deixará de funcionar.

E é exatamente o que acontece no trabalho em equipe. Seja ele na sua empresa, na gestão pública, numa equipe de futebol, em um trabalho escolar ou em qualquer outra tarefa que necessite do trabalho coletivo. Cada dente desta engrenagem representa um indivíduo. E mostra como todos são importantes, do P ao P, ou seja, do porteiro ao presidente. A falha de um desses profissionais ou membro da equipe pode colocar tudo a perder.

Para que um trabalho em grupo seja desenvolvido com excelência, precisamos entender melhor os três tipos de personalidades das pessoas. As pessoas dependentes, as independentes e as interdependentes.

As pessoas dependentes, como o nome bem fala, são aquelas pessoas que não conseguem fazer nada sozinhos. Para tudo precisam de um empurrãozinho. São inseguras e raramente têm iniciativa.

Já as independentes são aquelas que possuem o ego inflamado. Geralmente são centralizadoras e acreditam que nada funciona sem eles. Sua opinião deve sempre prevalecer.

As pessoas interdependentes são as mais produtivas. São aquelas pessoas que têm iniciativa e entendem a importância da união de conhecimentos e diferentes aptidões para alcançarem determinados objetivos. São ótimos ouvintes e estão sempre abertos a quebrarem os paradigmas. Dão muita importância e demonstram confiança nos demais membros da equipe. Vale lembrar que os grandes líderes como Steve Jobs (Apple), Bill Gates (Microsoft), Howard Schultz (Starbucks), entre outros, sempre tiveram ao seu ao lado profissionais brilhantes, que os ajudaram alcançar o sucesso no mundo dos negócios.

Portanto construa sua equipe com pessoas interdependentes, que você verá que 2 + 2 poderão ser igual a 6, a 10 ou ter como produto resultados surpreendentes.

 

Ricardo de Oliveira Costa

Empresário e Jornalista

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *