Prefeitura se prepara para implantar Serviço de Residência Inclusiva

Cidade

Técnicos da Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (SDAS), acompanhados do secretário da pasta, Alex Viterale, foram conhecer nesta terça-feira, dia 11, o trabalho desenvolvido pelo Serviço de Residência Inclusiva para pessoas com deficiência da Associação Pestalozzi de Sumaré, na região de Campinas. A instituição é referência no serviço e Guarulhos irá lançar em breve um edital de chamamento público de organizações interessadas em prestar o serviço no município.

A Residência Inclusiva é uma unidade que oferece o Serviço de Acolhimento Institucional, no âmbito da Proteção Social Especial de Alta Complexidade do SUAS – Sistema Único da Assistência Social para jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, que não disponham de condições de autossustentabilidade ou de retaguarda familiar, em sintonia com a Tipificação Nacional dos Serviços Socioassistenciais.

Viterale abordou a finalidade da visita. “Fomos conhecer o Serviço de Residência Inclusiva que a Associação Pestalozzi presta no município de Sumaré. Esta gestão se preocupa em prestar serviços de excelência, assim buscamos sempre aprimorar os conhecimentos relativos aos serviços que serão implantados no município. Como o serviço de Residência Inclusiva será novo em Guarulhos, não seria diferente. O cuidado e a atenção com os munícipes que utilizarão o serviço são nossa premissa”, afirmou o secretário.

Em 2013, Guarulhos recebeu recursos do Governo Federal para implantação do Serviço de Residência Inclusiva, porém como em 2014 a gestão anterior não deu continuidade às metas estabelecidas pelo Ministério de Desenvolvimento Social, este ano teve que devolver os recursos com juros. A SDAS passou, neste ano, por um processo de reordenamento do fluxo de atendimento e funcionamento dos serviços socioassistênciais (Portaria 010/2016 – SDAS) e pretende implantar o serviço que é uma exigência legal do SUAS.

A comitiva de Guarulhos, que contou com a diretora de Assistência Social, Patrícia Lins, e a chefe de divisão do Serviço de Alta Complexidade, Maria Luiza Oliveira, foi recebida pela presidente da entidade social, Maria Rosa Belinatti, diretor de Patrimônio da Pestalozzi, Darcy Bortolotti, coordenadora de Desenvolvimento Institucional, Regiane Araújo e coordenadora da Àrea Social, Selma Mafra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *