Câmara vai investigar conteúdo de áudio envolvendo o SAAE

Política

A Sessão Ordinária da última quinta-feira (20) foi marcada pela instauração da Comissão Especial de Inquérito (CEI) que vai apurar o conteúdo de um áudio envolvendo o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) da cidade. Na gravação, o superintendente do órgão, Ibrahim Faouzi El Kadi, fala sobre o suposto desaparecimento de 4,8 bilhões de reais dos cofres do SAAE de Guarulhos entre os anos de 2001 e 2016. Nos trechos do áudio que circulou pelas redes sociais, Kadi teria afirmado que a quantia desaparecida seria suficiente para quitar a dívida de mais de 3 bilhões de reais junto à Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e ainda para executar obras e tratar o esgoto de toda a cidade, o que eliminaria a necessidade de rodízio de água no município.

O requerimento de abertura de CEI foi protocolado por Professor Jesus (DEM) e assinado por outros dez vereadores.  “Nós ouvimos esse áudio e consta a questão de uma dívida que já acontecia desde a gestão passada. Nós vamos tentar verificar qual é essa dívida e quais são as empresas que estão devendo”, explicou o vereador que, por ser o autor do documento, presidirá os trabalhos da Comissão.

Com a confirmação da instauração da CEI pela Presidência do Legislativo, o líder do governo na Câmara, vereador Dr. Eduardo Carneiro (PSB), solicitou que fosse excluído da pauta do Grande Expediente da Sessão o Requerimento 3102/2018, de sua autoria, sugerindo a  abertura de uma Comissão Especial de Estudos (CEE) sobre o assunto. Carneiro utilizou a tribuna para declarar apoio à CEI.

Além dos documentos apresentados por Jesus e Carneiro, outros dois pedidos de abertura de Comissões de Inquérito foram elaborados pelos vereadores Janete Rocha Pietá (PT) e Dr. Laércio Sandes (DEM), porém, nenhum deles obteve o número mínimo de 11 assinaturas exigido no Regimento Interno da Câmara.

Composição da CEI

O Requerimento 3177/18 foi protocolado com a assinatura do autor, Professor Jesus, e de outros dez vereadores. Até o fim da Sessão Ordinária de ontem, outros cinco parlamentares também haviam assinado o documento. São eles: Acácio Portella (PP), Betinho Acredite (PTB), Dr. Alexandre Dentista (PSDC), Dr. Eduardo Carneiro (PSB), Eduardo (PSB), Geraldo Celestino (PSDB), João Dárcio (PODEMOS), Jorge Tadeu (MDB), Moreira (PTB), Pelé Cirino (PRTB), Rafa Zampronio (PSB), Sandra Gileno (PSL), Thiago Surfista (PRTB), Toninho da Farmácia (PSD) e Wesley Casa Forte (PSB).

Conforme determina o Regimento Interno do Legislativo, a CEI pode ser composta por, no máximo, 11 vereadores e terá duração de 90 dias, prorrogáveis por mais 30. As indicações dos nomes dos membros pelos partidos, assim como o do relator da Comissão, deverão ser anunciadas na próxima semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *