Possibilidade de transformar Rua Tapajós em calçadão é tema de debates na Câmara

Política

Dezessete Requerimentos de informações encaminhados à Prefeitura e seis Projetos de Lei passaram pela análise dos vereadores durante a Sessão Ordinária de quinta-feira (7). Entre as medidas aprovadas em primeira discussão e votação, que voltam à pauta da Ordem do Dia da próxima Sessão, está o PL 862/2017, de autoria do presidente do Legislativo, Professor Jesus. O dispositivo trata da implantação de bocas de lobo antienchente na cidade.

A possibilidade de a Rua Tapajós, na região central de Guarulhos, passar a ser um calçadão foi o principal tema de debates entre os vereadores. Conhecida por ter muitos bares e restaurantes, a via também recebe uma feira livre aos domingos.

O tema foi exposto por um munícipe inscrito na Tribuna Livre, Eduardo Alves Ferreira, que mora na região e é contra a construção do calçadão. “Nós ficamos sabendo que há um processo administrativo na SDU [Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano] para a remoção da feira livre. Hoje, nós tivemos várias manifestações de vereadores apoiando a nossa causa, que envolve não só a construção do calçadão e a remoção da feira, mas também da poluição sonora no local, que é insuportável”, comentou Ferreira.

O vereador Paulo Roberto Cecchinato (PP) falou sobre o assunto na Sessão da última terça-feira (5) e ratificou sua posição. “Eu acho que essa não é uma obra prioritária para o Governo Municipal. Tirar a feira e levar para onde? Eu sou a favor da feira na Tapajós e, no momento, contra o calçadão ou boulevard. Vamos cuidar da zeladoria da cidade, que é o que se faz necessário nesse momento”, argumentou Cecchinato.

O líder do Governo na Câmara, vereador Dr. Eduardo Carneiro (PSB), afirmou que a Prefeitura tem um projeto urbanístico para transformar a via em boulevard ainda nesta gestão. “Eu, como vereador, sou totalmente favorável. É inegável o benefício que essa mudança vai trazer para a cidade. Tornando lá o que se chama de Boulevard Tapajós e fazendo ali um local de turismo gastronômico, a cidade ganha em empregos e arrecadação de impostos. Infelizmente, tem essa situação da feira, que pode ser transferida para a Luiz Faccini, e tem a questão de moradores, mas, infelizmente, isso faz parte da evolução”, afirmou.

Carneiro ressaltou ainda que o prefeito Guti tem ouvido a opinião dos parlamentares sobre o assunto, além da população que mora na região. “Há pessoas contrárias e favoráveis, mas eu posso garantir, dentro do que eu conheço, que a ampla maioria é favorável ao chamado Boulevard Tapajós”.

Sessão Extraordinária

Professor Jesus convocou uma Sessão Extraordinária para a próxima segunda-feira (11) às 9 horas da manhã. Na pauta, está o PL 5530/2017, de autoria do vereador Dr. Laércio Sandes (DEM). O dispositivo altera a Lei nº 6046/04, que trata do Código de Edificações e Licenciamento Urbano, destinando vaga especifica em edificações residenciais para o embarque e desembarque de transporte escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *