Segundo Maquiavel, “Os fins justificam os meios”

Colunas

Quem nunca ouviu esta famosa frase de Maquiavel?

Tal frase sugere que aquele que tem o intuito de vencer, ou de alcançar um objetivo deverá ter uma atitude questionável que o leve rumo ao destino escolhido.

Apesar de usarem a frase no intuito de manterem o poder realizando alianças muitas vezes questionáveis que visam manter-se, mesmo de forma desonesta no poder e consequentemente alcançarem seu objetivo poderíamos adapta-la a liderança. Ou seja, “Os fins só seriam justificados quando houver um bom motivo para atingir o objetivo”, onde estariam valorizando a ética, moral e principalmente o caráter seja do líder ou até de seus subordinados.

No mundo corporativo a frase que atribuímos a Maquiavel é utilizada para caracterizar quem é o chefe, uma figura autoritaria que utiliza sua posição como meio para que seus subordinados cumpram suas tarefas pessoais, fazendo acordos muitas vezes questionáveis que não iriam motivar o colaborador a fazer como deve ser feito.

Como podemos observar Maquiavel ainda hoje é aplicado no mundo corporativo.

É importante que os lideres mantenham o respeito entre seus subordinados. Lembrando que, o homem é produto do meio em que vive. Ele seguirá o exemplo que lhe for dado. Um líder misterioso provocaria medo junto a eles, já o complicado despertaria a vontade de se afastarem dele. Portanto, a melhor saída ainda seria de um líder com uma imagem forte e acessível a todos.

Ao citar a frase” Os fins justificam os meios”, Maquiavel queria que fossem justos em suas ações, e não injustos para se manterem no cargo que estão.

Isso nos leva a refletir o motivo de lideres terem mais destaques que outros.

Bom, em primeiro lugar o líder não faz promessas, ele luta ao lado de sua equipe e por sua equipe buscando sempre aquilo que for melhor para todos, e não somente para si próprio.

Ele observa o comportamento de cada um de sua equipe buscando eficiência no trabalho individual e visando que todos façam sua parte. O líder tem segurança em sua equipe, sabe que todos irão atingir a qualidade naquilo que fizerem.

Ainda, Maquiavel sugere que entre ser amado e temido, o líder deverá optar por ser temido.

Como Coach, faço sugestão do contrario.

O líder quando amado criará um ambiente totalmente criativo onde buscarão a evolução, se reúnem constantemente (Brainstorming) compartilhando histórias inspiradoras de sucessos entre si.

Como lideres deveremos ser notados por características marcantes e forma positiva.

Cortar a cabeça ou passar o facão foi para Sun Tzu na China.

O respeito deve ser preservado, uma referencia positiva deve ser copiada, e um ato de destaque de um colaborador deverá ser exposto e admirado por todos (o sucesso de um membro será o sucesso de todos). Trata-se de um trabalho que levará um pouco mais de tempo, e a principio terá um custo mais alto, mas que no final teremos a prova de que “os fins justificarão os meios” utilizados, e seus lideres contarão com respeito e admiração de todos de sua equipe.

Aquele personagem intimidador que vimos deverá ser eliminado do mundo corporativo.

O líder atualmente busca conhecimento para se tornar um verdadeiro especialista e atua junto a sua equipe como um Coach buscando potencializar suas qualidades.

No passado, os funcionários eram avaliados por aquilo que faziam mal. Esse cenário mudou totalmente. Ao avaliarmos um colaborador por sua força você estaria criando um ambiente positivo. O simples fato de reconhecer que ele é bom em algo fará com que o colaborador queira ser lembrado sempre por suas forças. Isso o levará automaticamente a melhorar cada vez mais o seu desempenho.

Conhecem a expressão: “o porco só engorda com o olho do dono”?

Com a liderança não é diferente. As vezes é preciso conhecer todo o processo de trabalho na pratica. Ou seja, colocar a mão na massa para entender as etapas e até para entender os gargalos, e corrigi-los.

Agora reflita sobre as perguntas:

Como você deseja ser lembrado?

Gostaria de ser amado ou temido?

Os fins justificam os meios?

 

Prof. Marcio Sobrinho

Coach e Professor Especialista em Desenvolvimento Pessoal

Especialista em Desenvolvimento Pessoal

CRA – SP n° 141574

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *