Conheça-se

Colunas

Gostaria muito de saber quem realmente sou?

Sou um alguém completo?

Estou Feliz?

Como poderia ajudar o meu eu a se completar?

Por que não sou notado no trabalho?

Como poderei ser melhor aproveitado na empresa em que trabalho?

 

Quantas vezes você já se fez as perguntas acima?

Quantas vezes buscou ajuda para responde-las?

Se perguntarmos a um grupo qual seria a verdadeira tarefa de um Líder dentro de sua equipe a resposta seria: A tarefa do líder é obter resultados satisfatórios para melhorar a vida de seu pessoal.

Em outras matérias falei sobre estilos de lideranças, mas a questão aqui não seria o estilo, mas a forma que o líder trabalha seu pessoal.

Tenho certeza que 100% das organizações buscam a precisão naquilo que fazem, ou seja, querem sempre fazer mais e melhor e sempre relaxam ao atingir a marca de sua concorrência acreditando que jamais serão superados por este ou novos concorrentes. Acabam esquecendo que seria um trabalho sem fim.

Se voltarmos ao passado, na idade média, todos (homens, mulheres, crianças e idosos) trabalhavam mais de 12 horas por dia. Tinham sua jornada de trabalho iniciada por volta das 5 hs da manhã e paravam de trabalhar somente a noite.

A motivação que tinham de seus senhores na época era de continuarem trabalhando para não sofrerem violência, e caso se comportassem poderiam comer.

Não Havia tempo para tratarem de doenças que não poderiam ser curadas, e as pessoas que viviam não passavam dos 30 anos de idade.

Estudos mostram que a expectativa de vida da população naquela época era muito baixa devido a grande taxa de mortalidade infantil por doenças existentes. Porem, se a pessoa chegasse à fase adulta e não tivesse contraído nenhuma doença, suas chances de chegar aos 60 ou 70 anos já seriam mais altas, consequentemente serviriam os senhores por mais tempo.

Não havia liberdade no sistema de trabalho, e muito menos aquilo que conhecemos como Brainstorming.

Estavam presos aos senhores a quem serviam, e também deviam a eles enormes obrigações por viverem em suas terras.

Entre uma colheita e outra plantavam aquilo que comeriam.

Esses camponeses não conheciam seus valores. Na verdade, na conheciam a si próprios. Eram pessoas infelizes vivendo aprisionados a um sistema injusto e violento implantado através do medo. Temiam ser observados, pois sabiam que seriam castigados. Tinham o dever de mostrar resultados cada vez melhores para não sofrerem através de violência e assim continuarem vivendo.

 

Isso nos leva a refletir sobre as questões abaixo:

 

Vivemos no sistema feudal?

Estamos presos onde nos encontramos?

Onde encontrar a felicidade que buscamos?

Até entendo estarem presos ao sistema naquela época já que seriam tratados com violência, mas isso não acontece nos dias atuais… E se acontece quem é o verdadeiro culpado?

Hoje o homem é livre para ser feliz em qualquer lugar, e com quem quiser, não sofrerá mais. Porém, temem o fracasso a frente de seu primeiro obstáculo.

Como Coach e Especialista em Desenvolvimento Pessoal posso afirmar que a quebra de paradigmas pode ser satisfatório para quem o faz.

A realização de uma mudança na vida pessoal proporcionaria conhecer novos processos, adaptar o velho ao novo com a troca de informações, novos conhecimentos, e principalmente aprender mais. Portanto, mergulhe no mar de possibilidades que se chama vida.

Encontre o caminho de sua felicidade.

Ela pode estar em qualquer lugar, inclusive onde está nesse exato momento. Bastaria abrir os olhos ( ou fecha-los) e enxergar o cenário ideal.

Se não está dando certo faça mudanças, modifique os exemplos que segue, conheça o caminho, observe-o (ele tem muito a ensinar), e principalmente, acredite naquele que vê frente ao espelho em seu sentido mais amplo.

Se deseja ser lembrado terá que fazer por merecer, mas se deseja ser visto apareça. Os semelhantes sempre irão se reconhecerem.

É muito simples chegar onde deseja, mas é muito difícil descobrir quem é de verdade. E este seria seu primeiro passo.

Descubra-se e o caminho irá aparecer como mágica na sua frente. 

 

Marcio Sobrinho

Coach e Especialista em Desenvolvimento Pessoal

CRA n° 141.574

www.administradores.com.br/u/marciosobrinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *