Meio Ambiente debate ação integrada para desmonte de ferro velho ilegal

Política

O perigo mora ao lado. Um ferro velho está causando transtornos para os moradores do bairro Vila Barros, em Guarulhos. Insetos e larvas de mosquitos transmissores de doenças foram encontrados no local por técnicos do Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura e o morador recebeu diversas multas, entre elas, a autuação por exercício de atividade comercial e venda de materiais recicláveis em área exclusivamente residencial. Os vereadores da Comissão de Meio Ambiente reuniram-se com representantes da Rede Intersetorial de Atenção à Pessoa com Acumulação Compulsiva (Riapac); do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Centro; da Secretaria de Saúde e do Conselho Tutelar, nessa terça-feira (14), com a finalidade de encontrar soluções conjuntas para o problema.

 

Segundo o presidente da Comissão, vereador Thiago Surfista (PRTB), o morador descumpriu o prazo de 40 dias para a retirada do material e a promessa de limpeza está se arrastando há quatro anos. “O ambiente é insalubre para as crianças dessa família”, alertou. Durante o encontro, os técnicos informaram que o morador recebeu ordem de despejo, mas não deixou o local, mesmo depois de ganhar um apartamento do programa Minha Casa Minha Vida, de receber o auxílio cesta básica e de ser inserido no programa de transferência de renda Bolsa Família.

 

Questionado sobre o motivo para a resistência quanto à desocupação do imóvel alugado, o inquilino alegou que possui um caminhão e não consegue guardá-lo na garagem do condomínio. O Conselho Tutelar informou que encaminhará o fato para análise da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude em função da vulnerabilidade das crianças no ambiente insalubre.

 

Segundo laudo do Centro de Atenção Psicossocial do Bom Clima, emitido em 2016 e citado na reunião, o morador não se enquadra no diagnóstico de transtorno de acumulação compulsiva, porque usa os materiais para fins comerciais, como meio de sobrevivência. Após a reunião ficou deliberado que o grupo realizará uma ação integrada para solucionar o caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *