Moradias desocupadas são demolidas por decisão judicial para revitalização do Novo Recreio

Destaque

Um total de 450 das 534 moradias desocupadas em área de preservação permanente no Novo Recreio já foram demolidas em cumprimento a decisão judicial. A ação foi realizada pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos, em iniciativa coordenada pela Pasta de Habitação. O local será revitalizado pela Secretaria de Meio Ambiente, que plantará cinco mil mudas de árvores nativas da mata atlântica, também obedecendo à Justiça.

A ação foi abordada pelo secretário de Habitação, Silvio Figueiredo. “Apesar das remoções realizadas, a Prefeitura trabalha no sentido de diminuir os impactos para a população atingida com o apoio do corpo técnico social, bem como com a possibilidade de promover a regularização fundiária nas áreas em que for possível”, afirmou o gestor.

As famílias que viviam antes no local foram para conjuntos habitacionais nos Pimentas em 2018. Outras 40 famílias que se encontram na parte baixa também estão sendo removidas e encaminhadas à locação social, pois suas moradias correm risco de serem afetadas pela demolição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *