Assistidos do Acolhimento Taboão expõem artesanato na praça Getúlio Vargas

Cidade

Quem passou nesta quinta-feira(12) pela praça Getúlio Vargas, no Centro, pôde apreciar diversas peças de artesanato confeccionadas por assistidos do Serviço de Acolhimento Institucional Adulto Masculino – Taboão (Casa de Acolhimento Taboão) e até adquiri-las para presentear neste fim de ano. Os produtos são feitos de materiais reciclados como jornais e garrafas de vidro. Entre os produtos disponibilizados estavam cestaria, guirlandas, garrafas decoradas e uma casa de bonecas. Neste sábado e domingo, dias 14 e 15, os assistidos irão expor na Feira de Economia Solidária, no Bosque Maia, a partir das 10h, na Feira de Economia Solidária.

Além dos assistidos, um desacolhido foi convidado a participar, expondo e comercializando os produtos que criou. Com a venda do artesanato que aprendeu a fazer nas oficinas da Casa de Acolhimento Taboão, o desacolhido mantém suas despesas pessoais e paga aluguel.

Geração de renda e autonomia

Realizada no Serviço de Acolhimento Taboão, a oficina faz parte do projeto de Geração de Renda e Autonomia – uma ação da Prefeitura viabilizada pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social. O objetivo é estimular a autoconfiança, o diálogo entre os acolhidos, além de promover a autonomia e o retorno à vida social e familiar (desinstitucionalização).

Duas vezes por semana, os conviventes do Acolhimento Taboão são convidados a participar das aulas de artesanato, as quais utilizam o material reciclado disponível de baixo custo, como jornais e garrafas de vidro. São empregadas técnicas como decoupagem (decorar objeto com recortes de papel) com guardanapo, marmorização, efeito pedra, vintage, arranjos florais em latas e flores de jornal.

O Serviço de Acolhimento Institucional Adulto Masculino Taboão fica ao lado do Restaurante Popular Solidariedade Josué de Castro e foi inaugurado em novembro de 2017. Ele acolhe pessoas em situação de rua e funciona 24 horas. A capacidade é para 50 pessoas. Além do acolhimento, oferece oficina de horta, artesanato e de conversações, onde os usuários têm a oportunidade de contar suas histórias de vida e seus anseios. O serviço realiza ainda trabalho técnico e encaminhamentos para outras instituições, conforme cada perfil e faixa etária.

Serviço

Feira da Economia Solidária

Dias 14 e 15 (sábado e domingo),das 10h às 18h

Local: Bosque Maia – avenida Paulo Faccini, s/nº, Centro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *