Unidade de Gestão Energética Municipal é criada para uso racional de energia na administração pública

Cidade

A Prefeitura de Guarulhos publicou na edição da última sexta-feira (24) do Diário Oficial o decreto 36.485, que dispõe sobre a criação da Unidade de Gestão Energética Municipal (Ugem) de Guarulhos. O objetivo é a implantação de ações do uso racional de energia elétrica no âmbito da administração municipal, visando a combater o desperdício e a gerar economia de recursos para aplicação em outros setores prioritários para a cidade.

Considerando o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), no âmbito das ações da Eletrobrás e a existência da Rede Cidades Eficientes em Energia Elétrica, que buscam facilitar e fortalecer o intercâmbio de informações, toda concessionária de energia por lei tem que destinar uma porcentagem da sua renda líquida para projetos de gerenciamento energético.

Diante disso, representantes de diversas secretarias da Prefeitura passaram por oito meses de treinamento custeado pela EDP São Paulo Distribuição de Energia SA, empresa responsável pela concessão do serviço em Guarulhos, no intuito de ajudar a administração pública no desenvolvimento de ferramentas e no planejamento para a elaboração do Plano Municipal de Gestão de Energia Elétrica (Plamge), visando a um menor consumo de energia, bem como à participação da Prefeitura no chamamento público da própria EDP que será realizado a partir de fevereiro.

Nos próximos dias a Prefeitura publicará uma portaria com os integrantes do grupo de servidores que participaram da capacitação e que serão responsáveis por apontar possibilidades de economia em seus locais de trabalho, sejam escolas, hospitais, unidades de saúde, parques, prédios administrativos etc, levando em consideração a necessidade de somar esforços no sentido de acabar com o desperdício em serviços de iluminação pública e em prédios públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *