Aplicativo Saúde Guarulhos direciona casos suspeitos de Covid-19 para teleatendimento médico

Noticia

O ícone Coronavírus do Aplicativo Saúde Guarulhos – que foi implantado para que o usuário do SUS no município possa fazer uma autoavaliação do seu estado de saúde e ser orientado sobre condutas a adotar  – a partir de agora também irá direcionar os casos suspeitos de Covid-19 para a central telefônica criada pela Secretaria da Saúde para esclarecer questões acerca da doença. Ao receber a informação sobre uma possível pessoa infectada, um médico entrará em contato com os pacientes que considerar mais graves para realizar o teleatendimento e efetuar uma reavaliação.

Ao mesmo tempo, a central entrará em contato com a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência do usuário para que a equipe médica local também passe a monitorar todos os casos, desde os mais leves até os que exigem maior atenção. As unidades que atuam com a Estratégia Saúde da Família poderão, então, agendar uma visita domiciliar se for necessário. Já as que trabalham com o modelo tradicional irão convocar a pessoa para comparecimento à UBS, se for o caso.

Desde que foi implantado, no início da pandemia, o ícone Coronavírus do Aplicativo Saúde Guarulhos, a partir da autoavaliação realizada pelo próprio usuário, indica se o paciente deve ou não procurar assistência, deixando claro que não se trata de um diagnóstico. As orientações são passadas após a descrição dos sintomas e informações se a pessoa teve contato com caso suspeito de coronavírus nos últimos 14 dias.

O aplicativo ainda informa as medidas de prevenção contra a Covid-19 e também para se deslocar até a unidade de saúde, como usar máscara facial durante o trajeto, lavar as mãos frequentemente com água e sabão ou higienizar com álcool em gel 70%, evitar locais com aglomerações e não compartilhar objetos de uso pessoal. Em caso de suspeita negativa, o aplicativo recomenda que sejam mantidas as condutas de precaução e prevenção, praticando a etiqueta respiratória. Com a nova funcionalidade, o município poderá monitorar mais de perto os casos suspeitos da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *