22.9 C
Guarulhos
sexta-feira, dezembro 4, 2020

A SEGUNDA ONDA DE COVID-19 CHEGARÁ E TRARÁ IMPACTOS NO SEU EMPREGO?

 

No momento em que alguns indicadores sinalizam que o Brasil pode estar no início de uma nova onda de covid-19, a possibilidade de intensificar medidas restritivas e fechar estabelecimentos comerciais novamente preocupa epidemiologistas, economistas, comerciantes e a população.

Desde a segunda semana de outubro os hospitais particulares de São Paulo tem reportado o aumento constante dos casos de contaminação por COVID-19.

Nos últimos dias, principalmente após o domingo de eleições municipais, 15/11/2020, vimos o número de contaminações diárias por COVID 19 saltar de cerca de 14.000 (quatorze mil) casos por dia, para 34.000 (trinta e quatro) mil casos na data de ontem, 19/11/2020.

Com o novo avanço da doença na Europa e EUA, o risco da segunda onda de contaminação chegar ao Brasil tem se tornado mais real e inevitável.

O Governo Federal, prevendo o avanço da doença no Brasil, promulgou a portaria 518 de 12 de novembro de 2020, que proíbe, com algumas exceções, a entrada de estrangeiros via terrestre e marítimo no país por 30 (trinta) dias. O ingresso no país por via aérea continua sendo possível, obedecidos os requisitos imigratórios.

Esta nova onda de casos e restrições tem trazido medo aos empresários e sociedade em geral, uma vez que sequer superamos as consequências sanitárias e econômicas devastadoras da primeira onde de contaminação.

Pois bem, o país perdeu 12.000.000.00 (doze milhões) de empregos formais desde o início da pandemia, passando de 11,2% de desempregados em janeiro, para 13,8% em julho, uma alta expressiva e muito preocupante.

Mas, o que pode acontecer com as empresas e empregos no País nos próximos meses?

No intuito de manter empresas e empregos, estudos feitos neste mês pela revista Nature defende que desenvolver estratégias mais direcionadas para cada tipo de estabelecimento, com base em dados dos deslocamentos das pessoas pelas cidades, pode ser mais eficaz do que adotar o fechamento generalizado de comércios.

“Limitar a ocupação só diminui realmente a clientela nos horários de pico. É mais estratégico reduzir as ocupações nesses horários do que fechar os estabelecimentos de modo indiscriminado”, afirma Emma Pierson, PhD em ciências da computação pela Universidade de Stanford e uma das autoras do estudo.

Apesar dos estudos e esforços, o cenário não é animador e infelizmente parece ser inevitável termos grandes perdas de empresas e empregos nos próximos meses em razão da segunda onda de COVID-19.

Aos desempregados um alento, o Governo Federal através do Ministro da Economia, Dr. Paulo Guedes, garantiu no dia 13/11/2020, em uma fala pública, a prorrogação do benefício para os primeiros meses 2021, em razão da chegada da nova onda de COVID-19.

Para finalizar, ressalto que em relação ao pagamento do 13º salário, mesmo os empregados que tiveram a suspensão do contrato de trabalho, redução da jornada e salários devem receber o 13º salário de 2020 de forma integral.

O momento requer união de forças de empresas e empregados para superar as grande dificuldades com muito trabalho e resiliência, para o pós-crise, que certamente virá!!

Guarulhos, 19 de novembro de 2020.

Weliton Santana Júnior, advogado, militante há 11 anos, sócio fundador do Escritório Matioli & Santana Sociedade de Advogados, pós graduado em direito e processo do trabalho, pós graduado em direito e processo civil e Presidente da Comissão “OAB Vai á Faculdade” gestão 2019/2020 da Subseção 57, OAB Guarulhos.

E-mail: weliton@matioliesantana.com.br

Em alta

Patrulha Ambiental detém sete pessoas por prática de desmatamento ilegal no Taboão

Uma equipe da Inspetoria de Patrulhamento Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos flagrou nesta quinta-feira (3), em patrulhamento preventivo, a prática ilegal de...

Geral Mobilidade urbana: maioria defende incentivo ao transporte coletivo

Pesquisa encomendada pela 99, empresa de mobilidade urbana, revelou que 86% dos entrevistados em seis capitais defendem incentivo ao uso de transporte coletivo ou...

Câmara aprova programa que substitui Minha Casa Minha Vida

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (3) a Medida Provisória 996, que criou o programa habitacional Casa Verde e Amarela. Lançado em agosto,...

ACE-Guarulhos defende ampliação do horário de funcionamento do comércio

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos defende a ampliação do horário de funcionamento do comércio como forma de diminuir o risco de contaminação...

Notícias relacionadas

Patrulha Ambiental detém sete pessoas por prática de desmatamento ilegal no Taboão

Uma equipe da Inspetoria de Patrulhamento Ambiental da Guarda Civil Municipal (GCM) de Guarulhos flagrou nesta quinta-feira (3), em patrulhamento preventivo, a prática ilegal de...

Geral Mobilidade urbana: maioria defende incentivo ao transporte coletivo

Pesquisa encomendada pela 99, empresa de mobilidade urbana, revelou que 86% dos entrevistados em seis capitais defendem incentivo ao uso de transporte coletivo ou...

Câmara aprova programa que substitui Minha Casa Minha Vida

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (3) a Medida Provisória 996, que criou o programa habitacional Casa Verde e Amarela. Lançado em agosto,...

ACE-Guarulhos defende ampliação do horário de funcionamento do comércio

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos defende a ampliação do horário de funcionamento do comércio como forma de diminuir o risco de contaminação...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui