Comissão de Saúde Pública faz diligência na UBS Vila Fátima

Política

Na manhã desta quinta-feira (14), a Comissão Permanente de Higiene e Saúde Pública da Câmara inspecionou a Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Fátima, dando sequência à série de diligências que tem realizado nas UBSs da cidade. Como é praxe, os vereadores comparecem ao local sem aviso prévio, com o objetivo de avaliar a estrutura física e o atendimento prestado.

O médico e presidente da Comissão de Saúde, Dr. Eduardo Carneiro (PSB), elogiou a parte estrutural da UBS, que foi pintada recentemente, e constatou que a população está satisfeita com o atendimento. “É uma unidade própria e extremamente bem cuidada. Os munícipes elogiaram, mas as reclamações são parecidas com as de outras unidades, como a falta de insumos da parte odontológica. Esse é um assunto que a gente precisa discutir muito com a Secretaria [Municipal de Saúde], por mais que a gente saiba dos esforços que estão sendo feitos para resolver isso”.

Segundo Victor Torres de Andrade, gerente da UBS Vila Fátima, são realizados, em média, 1.400 atendimentos médicos por mês na unidade. Carneiro considera o número baixo. “Aqui tem cinco consultórios. Numa conta rápida, eu sei, por ser da área, que dá para fazer em torno de 3.500 a 4.000 consultas. É preciso otimizar mais, oferecer atendimento aos sábados, mas é preciso ter o profissional para atender, e o valor que Guarulhos paga para um médico é o menor da Grande São Paulo. Isso precisa ser rediscutido de forma rápida”, enfatizou o vereador.

Andrade confirmou que, desde o ano passado, as Unidades de Saúde sofrem com a falta de insumos odontológicos. “Nós fomos informados que várias licitações estão em andamento e que, até maio, serão regularizados todos os procedimentos de odontologia”, afirmou o gerente da UBS.

Além de Carneiro, participou da diligência o vereador Moreira (PTB), que é membro da Comissão de Saúde Pública da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *