22.1 C
Guarulhos
sexta-feira, dezembro 4, 2020

Presidente da ACE faz balanço de sua gestão e mostra otimismo na continuidade da nova administração

Aos 45 anos, o jovem empresário William Paneque conversou com a reportagem do GD sobre os desafios que enfrentou na presidência da ACE-Guarulhos durante seus dois mandatos. Paneque também acredita na boa continuidade da nova gestão da entidade, que terá início a partir de janeiro de 2020.

 

Quais foram os maiores desafios da sua gestão na ACE?

Minhas duas gestões, entre 2016 e 2019, coincidiram com um dos períodos mais turbulentos da política e da economia em nosso País. Tivemos uma das maiores recessões econômicas da nossa história, além do impeachment da presidente Dilma Rousseff, pelo qual, inclusive, lideramos um protesto nas ruas do município.

 

Diante deste cenário, o desafio da ACE-Guarulhos foi dar todo o suporte, por meio de serviços e soluções comerciais, aos empresários da região, evitando, assim, um número maior de estabelecimentos fechados no município. Oferecemos capacitação em várias áreas, clube de descontos em escolas e universidades, certificados digitais, análise de créditos, entre outras vantagens que ajudaram a manter diversas empresas em atividade, mesmo em um momento tão turbulento.

 

Sua gestão foi marcada pelo crescimento da associação?

Não é fácil falar em crescimento quando se trata de uma entidade que tem quase 60 anos de grandes serviços prestados a Guarulhos. Todos os presidentes, diretores e colaboradores que passaram pela associação, desde a fundação, contribuíram para a pujança da ACE-Guarulhos. Tanto é verdade que, durante a minha gestão, implantamos coisas novas, mas, sobretudo, reativamos e institucionalizamos projetos bem-sucedidos em outros períodos, como a campanha “Compre em Guarulhos”, idealizada na gestão de Wilson Lourenço; o Núcleo de Jovens Empreendedores, que surgiu sob a presidência de Decio Pompêo Júnior, entre outros.

 

Mas não há dúvida que consegui, ao lado da minha diretoria, dar mais visibilidade à ACE nestes 4 anos. E ao associado, que é nossa razão de existir e que foi empoderado durante as minhas gestões. Nossas campanhas publicitárias foram estreladas pelo associado. Nós revitalizamos as reuniões de diretoria, sempre com casa cheia e novos associados recebendo seus certificados.

 

Deixo a ACE maior do que quando a encontrei. E isso é o mais importante: trabalhar sempre com políticas de entidade, e não de gestão. Eu passo, mas a entidade fica.

 

Qual é o legado que você deixa na ACE?

Os principais legados foram dar protagonismo ao nosso associado e entregar valor ao município, colaborando de forma decisiva para o desenvolvimento socioeconômico da cidade. Nunca nos furtamos da responsabilidade de representar as demandas dos empresários junto à administração pública, além de expor suas marcas nos maiores veículos de comunicação de Guarulhos. Isto é colocar o nosso associado em um lugar de destaque, pois é a posição que ele merece. Nossa razão de existir é o empreendedor guarulhense.

 

Em relação à entrega de valor, oferecemos capacitação, muitas vezes gratuita, com cursos, palestras e workshops ministrados por grandes players do mercado. Também apoiamos várias ações relacionadas ao Terceiro Setor, como a Feijoada Solidária, organizada pelo nosso Conselho da Mulher Empreendedora (CME), e a Festa Junina, que teve renda revertida a entidades assistenciais da cidade.

 

Firmamos parcerias propositivas, como no curso de Gestão Pública ministrado pelo Mackenzie. E a parceria institucional com a conceituada revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, que ratificou nosso Prêmio Destaque Empresarial.

 

O que você espera da próxima gestão?

Espero que o Silvio Alves, que tem uma história linda de empreendedorismo no setor de varejo em Guarulhos, mantenha as boas ações à frente da entidade, sempre em prol do desenvolvimento do associado, que procura a ACE para gerar mais negócios, além de acompanhar as principais inovações do mercado, o que é uma característica da ACE-Guarulhos ao longo de sua trajetória.

 

Você faria tudo de novo?

Se eu falar que faria tudo de novo, não reconheceria erros. E, obviamente, todos nós cometemos equívocos, embora a intenção sempre seja a de acertar e melhorar o ambiente empresarial de Guarulhos e região. Afinal, meu mandato como vice-presidente da Região do Alto Tietê na Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) continua em 2020.

 

Acredito que, ao fim das minhas duas gestões, o balanço seja bastante positivo. Fui ombreado por diretores engajados e competentes, além de colaboradores bastante qualificados em suas funções. Só posso agradecê-los. Sem eles, a missão de presidir a entidade seria bem mais complicada.

 

Entrego a associação em ótimas condições e saio com a consciência de que minha equipe realizou um excelente trabalho, honrando as tradições da ACE-Guarulhos.

Em alta

Enem 2020: inscrições para pessoas privadas de liberdade acabam dia 11

Até o dia 11 de dezembro estão abertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), voltado para pessoas privadas de liberdade...

Saneamento urbano é a maior questão ambiental do Brasil, diz Salles

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou hoje (3) que problemas de saneamento em áreas urbanas, como a gestão de resíduos sólidos e o tratamento...

São Paulo recebe 600 litros a granel da vacina CoronaVac

Chegou hoje (3) à capital paulista uma remessa com 600 litros a granel da vacina Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com...

Economia PIB do terceiro trimestre mostra recuperação em V, diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (3) que o crescimento da economia brasileira no terceiro trimestre ficou abaixo do esperado, mas...

Notícias relacionadas

Enem 2020: inscrições para pessoas privadas de liberdade acabam dia 11

Até o dia 11 de dezembro estão abertas as inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), voltado para pessoas privadas de liberdade...

Saneamento urbano é a maior questão ambiental do Brasil, diz Salles

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou hoje (3) que problemas de saneamento em áreas urbanas, como a gestão de resíduos sólidos e o tratamento...

São Paulo recebe 600 litros a granel da vacina CoronaVac

Chegou hoje (3) à capital paulista uma remessa com 600 litros a granel da vacina Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com...

Economia PIB do terceiro trimestre mostra recuperação em V, diz Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (3) que o crescimento da economia brasileira no terceiro trimestre ficou abaixo do esperado, mas...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui